Cotidiano

Ação coletiva contra Petrobras nos EUA cita Graça Foster e Gabrielli como réus

GRACA FOSTERA ação coletiva consolidada contra a Petrobras nos Estados Unidos cita 15 pessoas como réus, incluindo os ex-presidentes da estatal Maria das Graças Foster e José Sérgio Gabrielli. O documento reúne todas as ações abertas no país contra a companhia e foi submetida a um tribunal do Distrito Sul de Nova York nesta segunda-feira (30) pela firma de advocacia Pomerantz. O texto argumenta que a empresa violou normas do mercado de capitais brasileiro e norte-americano, citando que a Petrobras e seus executivos estiveram envolvidos em um esquema de corrupção bilionário de “lavagem de dinheiro e pagamento de propinas que foi ocultado de investidores”. Entre as outras 12 pessoas citadas como réus estão Almir Barbassa, que foi diretor financeiro da estatal entre 2005 e este ano, assim como executivos que ocupam cargos nas subsidiárias internacionais. Além da Petrobras, também estão sendo processadas a Petrobras International Finance Company S.A. e Petrobras Global Finance B.V., subsidiárias da companhia estabelecidas respectivamente na Holanda e em Luxemburgo, e o auditor independente dos balanços da estatal, PriceWaterhouseCoopers (PwC).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar