BahiaSaúde

UTI pediátrica chega a 103% de ocupação na Bahia

Estrado da Bahia enfrenta situação complicada com a variante ômicron

Pela primeira vez, desde o início da pandemia, o número de crianças internadas em leitos de Unidade de Terapia Intensiva – UTI, na Bahia, é maior que a capacidade disponibilizadas pela Secretaria de Saúde do Estado (SESAB). Dados do Portal Transparência Covid-19, apontam ocupação de 103% nesta quarta-feira (2).

O número de leitos UTI é pequeno, 29 vagas, e 30 crianças estão hospitalizadas em estado grave. Na enfermaria pediátrica são 70 vagas, 56 possuem pacientes.

Foto: reprodução site da SESAB – 02 de fevereiro de 2022, as 10h.

Até pouco tempo se tinha o falso entendimento de que crianças e adolescentes em sua grande maioria, não agravavam quando se contaminavam com o vírus SARS-Cov-2, mas com o surgimento da variante ômicron, essa realidade mudou.

O Brasil vacina crianças com cinco anos ou mais, neste momento dois imunizantes estão autorizados, o produzido pela farmacêutica Pfizer e a vacina do laboratório Sinovac, que produz a CoronaVac, o Instituto Butantan responsável pela produção no país, possui dez milhões de doses, mais ainda negocia com o ministério da saúde a compra está ultima pode ser aplicada a partir dos seis anos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo