Sem categoria

Ufba: Professores aprovam continuidade de greve

Os professores da Universidade Federal da Bahia (Ufba), em greve desde o mês de maio, decidiram, mais uma vez, por unanimidade, continuar com a paralisação. A decisão aconteceu durante assembleia realizada na Faculdade de Arquitetura nesta sexta-feira (24). Com a participação de 163 docentes, três a menos do que o número registrado na última assembleia, o comando de greve pretende se reunir na próxima quarta (29), quando discutirão sugestões e contraposições negociadas pelo comando nacional de greve com o governo. “Diante da intransigência do governo em negociar com as reivindicações, especialmente com a contraproposta protocolada no Ministério da Educação e no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, os professores reafirmaram seu interesse em transigir e negociar. Na contraproposta protocolada, os docentes em greve partem, na sua proposição, do piso e teto apresentado pelo governo, como uma demonstração da categoria em negociar”, afirma o comando grevista na Ufba. Nesta terça (21), os professores do Instituto de Biologia decidiram, por 30 votos a um, encerrar a greve. Para o comando de greve, decisões isoladas como a do Ibio são demonstrações de “articulação da diretoria do sindicato [Apub] recentemente destituída”. Os servidores administrativos da Ufba resolveram retornar às atividades, em assembleia realizada nesta quinta (23). O corpo técnico-administrativo estava em greve desde o dia 15 de junho, e deve voltar ao trabalho nesta segunda (29). Outra categoria paralisada na universidade é a estudantil. O movimento está em greve desde o dia 6 de junho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo