Cidades

Temer é condenado pela Justiça Eleitoral e se torna inelegível até 2024

michel temmer - logoCondenado por doar um valor acima do permitido na eleição de 2014, o presidente interino Michel Temer não poderá disputar eleições até 2024.

Segundo informações do Dia, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo condenou Temer a pagar uma multa de R$ 80.037,75, além de o tornar inelegível por 8 anos.
O peemedebista tem até 19 de agosto para quitar a multa.

 
Por lei, uma pessoa física não pode doar mais do que 10% dos rendimentos declarados no Imposto de Renda. Em 2014, Temer desembolsou R$ 100 mil para ajudar os deputados federais pelo Rio Grande do Sul, Alceu Moreira e Darcísio Perondi, que foram reeleitos.
De acordo com a Receita Federal, o presidente interino poderia ter doado até R$ 84 mil. Como o valor foi superior, Temer caiu na Lei da Ficha Limpa e tornou-se inelegível por oito anos a partir da data da condenação.
Leia mais
Acusada de envolvimento com a morte de Dorian se entrega a polícia
Dilma diz que PT precisa reconhecer erros e passar por ‘transformação’
A jornal espanhol, Dilma diz que Temer é ‘intruso’ na abertura da Olimpíada
Em Feira, prefeito bate-boca em inauguração de unidade do PSF
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo