Bahia

Sesab afirma que 9 morcegos foram diagnosticados com raiva

A Secretaria Estadual da Saúde (Sesab) emitiu um alerta epidemiológico aos municípios para a necessidade de intensificação da vigilância da raiva. De acordo com o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), nove morcegos não hematófagos, isto é, os que não se alimentam de sangue, foram diagnosticados com a doença neste ano.

Conforme o Lacen, os registros consideram diagnósticos em animais computados até a última quinta-feira (16), todos foram identificados na Região Metropolitana de Salvador (RMS), nas cidades de Dias d’Ávila, Camaçari e Catu. A Sesab salientou, no entanto, que desde 2017 a Bahia não registra nenhum caso de raiva humana causado por morcego.

Em nota divulgada pela Sesab, a Coordenadora do Programa Estadual de Imunização, Vânia Rebouças reforça que a nota técnica encaminhada aos municípios atua como estratégia preventiva.

“O que as pessoas precisam entender é que não há motivo algum para alarde. Não temos nenhum caso suspeito de raiva humana e os morcegos encontrados são do tipo não hematófagos, ou seja, que não se alimentam de sangue.

O mais importante, nesse momento, é manter a atenção e possível distanciamento de animais silvestres e atualizar a vacinação antirrábica de animais domésticos. Para barrar essa cadeia de transmissão, precisamos evitar o contato com animais potencialmente contaminados”, explica.


Descubra mais sobre Mídia Bahia

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
situs bokep indonesia