Cotidiano

Se reeleito, Bolsonaro diz que nenhum ‘abortista’ será indicado ao STF

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou, neste sábado (23), que, caso seja reeleito, não indicará nenhum “abortista” ao Supremo Tribunal Federal (STF). A fala foi feita durante uma agenda com evangélicos em Vitória, no Espírito Santo.

Na ocasião, Bolsonaro criticava decisão da Corte Constitucional da Colômbia que, em fevereiro deste ano, descriminalizou o aborto nas primeiras 24 semanas de gravidez. Ele dizia que “o aborto vem sendo aprovado no mundo” e citou a Corte brasileira.

“A Suprema Corte brasileira – que vocês conhecem muito bem –, entendo eu que, pelo menos, metade mais um está favorável lá ao aborto, mas acha que não tem clima no momento de tratar esse assunto. E quem, porventura, chegar à Presidência em janeiro do ano que vem colocará em 23 mais dois ministros no Supremo Tribunal Federal. Se for eu, se essa for uma missão repetida de Deus, pode ter certeza: nenhum abortista será colocado dentro do Supremo Tribunal Federal”, disse.

BN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo