Notícias

Royalties: Sarney se compromete a votar veto antes do recesso

Pressionado pelos parlamentares e pelos governadores de 24 estados não produtores de petróleo, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), se comprometeu nesta quarta-feira (5), a colocar em votação, até o dia 22 de dezembro, o veto parcial da presidente Dilma Rousseff ao projeto que altera a distribuição dos royalties do petróleo, aprovado em novembro pela Câmara Federal. O veto garantiu aos estados produtores, como o Rio de Janeiro e o Espírito Santo, a manutenção das receitas dos poços já licitados. A derrubada do veto enfrenta resistências do governo que trabalha para impedir sua votação daqui a duas semanas, antes do início do recesso parlamentar. “Evidente que somos contra derrubar o veto feito pela presidente Dilma”, afirmou o deputado Carlos Zarattini (PT-SP), que foi o relator do projeto dos royalties na Câmara. Governistas ligados ao Palácio do Planalto, em especial os petistas, apostam que Sarney irá empurrar a votação do veto, deixando o imbróglio para seu sucessor. Em reunião com parlamentares da base e de oposição, Sarney garantiu que irá cumprir o regimento e aceitar o requerimento com as assinaturas de deputados e senadores para dar urgência à votação do veto. Com informações do Estadão. Na bancada baiana na Câmara Federal há divergências de posicionamento entre os deputados sobre a derrubada do veto presidencial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo