Cidades

Relatório da PF conclui que Geddel Vieira Lima atuou para obstruir a Justiça

O relatório final da Polícia Federal entregue ao Supremo Tribunal Federal afirma que Geddel Vieira Lima atuou para obstruir investigações da Justiça. Segundo a PF, Geddel manifestou interesse em manter pagamentos a Lucio Funaro, apontado como operador de Cunha e preso desde julho do ano passado.

O relatório da PF ainda afirma que o presidente Michel Temer (PMDB) e o empresário Joesley Batista também atuaram para embaraçar investigações.

Os delegados entenderam que com base nas gravações feitas por Joesley, a “única interpretação possível” é de que o presidente incentivou a continuação de pagamentos para Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ex-presidente da Câmara.

Vale lembrar que o presidente Michel Temer foi denunciado nesta segunda-feira (26) pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pelo crime de corrupção passiva.

BN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo