Esportes

Presidente suspende Fabrício e diz: 'Faltou respeito com o Internacional'

FABRICIO - INTERNACIONALA expulsão de Fabrício na vitória do Internacional sobre o Ypiranga, que garantiu a liderança do Campeonato Gaúcho ao Colorado, foi reprovada por seus companheiros e também pela diretoria do clube no Beira-Rio. Aos 18 minutos do segundo tempo, o lateral-esquerdo ignorou o jogo em andamento, fez gestos obscenos em direção à arquibancada e acabou expulso.

Na saída de campo, Fabrício seguiu discutindo com a torcida e jogou a camisa do Internacional no gramado. Vittorio Píferro, presidente do Inter, foi duro em sua entrevista. Segundo o dirigente, o lateral-esquerdo está afastado do grupo até segunda ordem.

– A camiseta do Inter é um manto sagrado. Faltou respeito do Fabrício com o clube. Na segunda-feira após a Páscoa, vou resolver o que faremos. Não depende só dele ou do Inter. Volto a dizer, isso não depende dele. Não depende só dele. Depende também do Inter. Até lá, Fabrício está suspenso – disse o presidente.

Os jogadores também fizeram seus comentários. Para o zagueiro Ernando, que tentou conter o lateral-esquerdo após ele xingar a torcida e jogar a camisa no chão, Fabrício exagerou na reação às vaias da torcida do Inter.
– Jogador precisa saber conviver com críticas. Ele está no clube há muito tempo. Já ajudou muito, conquistou títulos, mas existe cobrança em cima dele. O Kleber era um ídolo. O Fabrício estava de cabeça quente e exagerou. Tenho certeza de que está arrependido e vai pedir desculpas – disse Ernando após o jogo.

O experiente Juan repetiu o mesmo discurso. Para o zagueiro, Fabrício tem sua importância dentro do elenco e deve pedir desculpas à torcida.
– O Fabrício é muito emotivo. Vamos conversar com ele e a torcida vai entender. É um impulso. Ele está sempre se doando. Estamos na Libertadores muito em função do que ele fez. Ele tem que esfriar a cabeça e pedir desculpas porque errou. Ele é muito extrovertido, brincalhão. Mas também é nervoso. É algo que não se pode fazer, ainda mais com a sua torcida. Não podemos fazer um drama em cima disso. Ele tem que pedir desculpas porque errou – avaliou Juan.

O atacante Jorge Henrique também comentou que Fabrício exagerou na reação às vaias da torcida. Porém, para o experiente jogador, Fabrício tem tudo para superar a situação ruim e seguir no Internacional.

– O Fabrício é uma pessoa tranquila, mas agora terá que dar a volta por cima. É trabalhar e se dedicar muito. Infelizmente não estávamos vencendo e alguns torcedores começaram a vaiar e ele reagiu. Mas ele respeita a torcida do Internacional, está aqui há mais anos do que eu. Tenho certeza que ele vai dar a volta por cima – disse.

Lancenet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo