PolíticaBrasilGeral

Prefeito é investigado pela PF por suspeita de falsificar histórico escolar para concorrer às eleições

Mandados de busca e apreensão foram cumpridos na casa do gestor e no gabinete da prefeitura.

Ailton Gomes Medeiros, prefeito da cidade de Nova Palmeira, que fica na Paraíba, é investigado por suspeita de ter falsificado o histórico escolar dos ensinos fundamental e médio para poder concorrer às eleições. As informações da Polícia Federal.

Mandados expedidos pela pela Justiça Eleitoral, de busca e apreensão foram cumpridos nesta quinta-feira (25). A casa do gestor e também o gabinete da prefeitura de Nova Palmeira foram alvos dos mandados.

Conforme a PF, o prefeito cometeu o crime de falsidade para fins eleitorais, que está previsto no Código Eleitoral. Atualmente, a legislação prevê que para concorrer a cargos políticos é necessário apenas a comprovação de alfabetização, sem necessariamente ter a conclusão do ensino fundamental ou médio.

Artigos relacionados

Ailton Gomes foi reeleito para o segundo mandato como prefeito em Nova Palmeira em 2020. Antes disso, em 2016, foi eleito pela primeira vez para o cargo no executivo municipal. Em outras duas oportunidades, inicialmente em 2004, foi eleito como vereador da cidade, assim como em 2008. Em 2012, conseguiu o cargo de vereador pela terceira vez, no entanto, por cota partidária.

Ao g1 a defesa do prefeito Ailton Gomes informou que “não há qualquer indício de falsidade em nenhum documento apresentado por ocasião das eleições de 2020” e que “nenhum documento foi apreendido na busca e apreensão pela Polícia Federal”.

Além disso, a defesa afirmou ainda que, em 2020, uma denúncia sobre uma possível fraude do histórico escolar do prefeito foi arquivada pelo Ministério Público da Paraíba.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios