Cidades

Polícia investiga suposto 'churrasco de gato' após encontrar 150 rabos em MG

RABOS DE GATOO aparecimento de cerca de 150 rabos de felinos espalhados em uma rua de São Lourenço, em Minas Gerais, levou a Polícia Civil a investigar se gatos foram usados para fazer churrasco durante uma festa realizada na cidade. Os rabos foram encontrados logo depois da realização da Festa de Agosto, ocorrida no último sábado (15). “É uma coincidência gritante, né? Agora eu acho que cabe à Vigilância Sanitária”, disse a comerciante Denise Lage, que é voluntária do grupo de proteção aos animais Patrulha Animal, ao G1.

Veja mais

Caio Castro não queria que história de fã que morreu de câncer fosse exposta

Líderes de seita diziam que demônio ia colocar chip na cabeça das pessoas

Dilma quer ex-presidente Lula na equipe ministerial, diz coluna

De acordo com ela, apesar do contato com o órgão, não foi dada resposta sobre o controle de carne nas barracas. Já o gerente da Vigilância de Sanitária da cidade, Luiz Roberto Bacha, disse que todas as barracas que trabalharam com alimentos durante a festa foram fiscalizadas antes e durante o evento, e que todas estavam dentro das normas.

A Polícia Militar do Meio Ambiente, que registrou o boletim de ocorrência, disse acreditar que os gatos não eram da cidade, uma vez que nenhum dono prestou queixa sobre o desaparecimento dos animais. Ainda de acordo com a polícia, nenhuma outra parte dos gatos, além da cauda, foi encontrada. Segundo o delegado Marcel Junqueira, os policiais trabalham também com a hipótese de que os animais possam ter sido sacrificados em rituais de seitas religiosas. O resultado da perícia fica pronto em 10 dias. (Correio)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo