Notícias

Pelegrino terá a campanha mais cara; Maior patrimônio declarado é de ACM Neto

A Justiça Eleitoral espera que a previsão de gastos para as campanhas de quatro dos prefeituráveis de Salvador chegue a R$ 57 milhões. Dessa bagatela, o candidato do PT, Nelson Pelegrino, lidera o ranking, com estimativas de gastar R$ 20 milhões, seguido de ACM Neto, do DEM, com R$ 18 milhões, Mário Kertész, do PMDB, com R$ 15 milhões, e Marcio Marinho, do PRB, com R$ 4 milhões. No entanto, quando o assunto é patrimônio divulgado, as duas primeiras colocações se invertem e ACM Neto assume a ponta, com R$ 13.327.167,12. Pelegrino, por sua vez, acumula R$ 600 mil, enquanto Mário Kertész, com R$ 392.281 e Marcio Marinho, com R$ 69.023,11, ficam nas últimas colocações em ambos os rankings, segundo informações do Correio.

3 Comentários

  1. 2 magnatas disputando o poder de uma cidade de maioria pobre. Que ironia hein? Acho que eles ajudariam mais doando um pouco de todo esse capital, ao invés de querer mais dinheiro se tornando prefeito.

  2. Como sobra dinheiro pra investir em campanha política, mas não sobra pra educação…Fico indignada. E pra quê tanto dinheiro se Pelegrino não vai ganhar? Vamos investir nas crianças que estão passando fome, nos professores que formam todos os outros profissionais…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo