Sem categoria

Pelegrino espalha cartazes com número 13; advogado diz que é crime eleitoral

Apesar de a lei eleitoral permitir que os candidatos façam propaganda nas imediações dos locais onde serão realizadas as suas convenções, neste sábado (30), o material de divulgação do prefeiturável petista, Nelson Pelegrino, teria cometido infração. O entendimento é do advogado Ademir Ismerim, especialista em Direito Eleitoral, ao analisar as peças exibidas em toda a extensão da Avenida Paralela, em Salvador, nas proximidades do Bahia Café Hall, onde será realizado o evento, a partir das 11h. “Essa propaganda teria que ser direcionada aos convencionais. Na propaganda que a lei autoriza, não pode botar o número porque, aí, passa a ser eleitoral e não direcionada aos convencionais”, analisou o jurista. Nas faixas e cartazes, é possível ler a mensagem “Pelegrino, prefeito, 13”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo