Cotidiano

Pastor estupra fiéis para “quebrar feitiço de Satanás”; Menina de 12 anos foi uma das vítimas

Caso aconteceu em Santa Catarina e acusado afirmava que vitimas estavam enfeitiçadas.

Foto: Divulgação / Polícia Civil

Um pastor foi preso na noite desta última quinta-feira (6) suspeito de aliciar e abusar sexualmente adolescentes em Campos Novos, no estado de Santa Catarina. Ele enviava mensagens no celular das vítimas dizendo que elas estavam enfeitiçadas, de acordo com informações divulgadas pela Polícia Civil. Para quebrar o feitiço era preciso que elas tivessem ao menos sete relações sexuais com um homem casado e de muita fé.

Segundo o jornal Diário Catarinense, os crimes aconteceram em 2016. Na época, as menores aliciadas frequentavam a igreja em que o pastor era o líder. Em um dos casos, uma adolescente de 12 anos recebeu uma mensagem no celular e foi procurar o pregador para orientação. Foi nesse momento, segundo polícia, que o primeiro abuso ocorreu.

Pastor usa inseticida para “curar” HIV, Câncer e outras doenças na África do Sul

Nas investigações, foi descoberto um outro caso em que o pastor teria se passado por um antigo colega de escola de outras duas garotas, de 15 e 16 anos. As mensagens interceptadas nas investigações mostram que o homem alegava que ninguém poderia saber da forma como o feitiço deveria ser quebrado, caso contrário as adolescentes poderiam até morrer. Há trechos em que o pastor chegou a falar que havia sonhado que os abusos iriam ocorrer. Segundo ele, as ordens vinham de Deus.

O inquérito também foi enviado como denúncia ao Ministério Público de Santa Catarina. Após a prisão, o homem foi encaminhado ao presídio de Campos Novos, onde ficará à disposição da Justiça. Aratu Online.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo