Cotidiano

Pastor é assassinado ao se negar a pagar R$ 10 por conserto de energia

O pastor de uma igreja e outra pessoa foram assassinados a tiros após o homem se negar a pagar R$ 10 por um conserto de energia elétrica. O caso aconteceu em Palmas, no Sul do Paraná, entre a noite de sexta-feira (21) e a madrugada de sábado (22). Segundo a Polícia Militar, durante a confusão, outras quatro pessoas foram baleadas e levadas para o hospital.

A PM informou a RPC Foz do Iguaçu que os prédios da região possuem ligação irregular de energia, conhecidos popularmente como “gatos”. Na noite de sexta, o sistema parou de funcionar na igreja, que fica anexada à residência do pastor.

De acordo com testemunhas, o homem procurou um morador para consertar a fiação e foi cobrado o valor de R$ 10 pelo serviço, mas o pastor disse que não pagaria. Uma confusão se iniciou e outras pessoas tentaram intervir.

O morador que cobrou os R$ 10 do pastor saiu e voltou, logo em seguida, com dois irmãos. A PM disse que eles atiraram contra as pessoas que estavam em frente à igreja.

Quatro homens foram baleados, sendo que um deles acabou morrendo. Um dos suspeitos de atirar contra o grupo também foi baleado, com um tiro no abdômen. Ele foi socorrido e recebeu voz de prisão no hospital.

Horas depois, na madrugada de sábado, quatro pessoas encapuzadas chegaram na casa do pastor. Ele saiu para averiguar o que estava acontecendo e foi executado com mais de 10 tiros, morrendo no local.

A PM acrescentou que pessoas da comunidade ficaram revoltadas com os suspeitos de matar o pastor e incendiaram a casa de um deles.

O caso deve ser investigado pela Polícia Civil.

Bnews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo