Cidades

‘Não caio antes dela’, garante Eduardo Cunha a amigos sobre Dilma Rousseff

EDUARDO CUNHA - COLETIVAEnvolvido em denúncias sobre contas na Suíça e com temor de cair da presidência da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha pretende apontar sua metralhadora para a presidente Dilma Rousseff, a quem responsabiliza pela sua derrocada, nas próximas semanas. Cunha pretende uma ofensiva incisiva contra Dilma já a partir desta semana. De acordo com a coluna Expresso, da revista Época, o atual mandatário da Casa, vendo seu reinado começar a ruir, quer reunir todas as condições para a queda da presidente.
Ele deve tentar criar uma comissão para analisar o pedido de impeachment proposto pelo jurista Hélio Bicudo, um dos fundadores do PT. Cunha ainda se mobilizará para que a comissão apresente um relatório até o dia 21 de outubro. Para aprovar o pedido de impeachment, serão necessários dois terços dos votos na Casa, algo que ainda não tem. Se obtiver esta maioria, o próximo passo do rito para a queda de Dilma é seu afastamento da presidência até que ela seja julgada no Senado. “Não caio antes dela”, garantiu o presidente da Câmara a amigos.
Veja também
Ainda de acordo com a publicação, a presidente já está ciente dos ataques que Cunha pretende desferir e planeja a melhor forma de se defender. Para isto, Dilma deve recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF), em uma forma de conter a manobra arquitetada por Eduardo Cunha.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo