GeralMutuípe

Mutuípe: Hospital está com portas fechadas

Funcionários estão há três meses sem receber, médica deixou a unidade na noite de segunda (18) chorando
HOSPITAL FECHADO 3

Mutuípe, 19 de março, de 2013 data que jamais será esquecida pelas pessoas que precisaram de atendimento medico no Hospital Clélia Chaves Rebouças.

A unidade amanheceu sem atendimento, em contato com o diretor senhor Joilson ele não pode dar detalhes e encaminhou a equipe de reportagem do Almeida Noticias e Rádio Interativa para o diretor administrativo na cidade de Castro Alves que é responsável pela instituição. O diretor médico Dr. Fernando também não quis se pronunciar.

As informações dão conta que os funcionários estão sem receber a três meses.

HOSPITAL FECHADO 4Muita confusão foi presenciada hoje (19) em frente à unidade, a Policia Militar foi acionada para manter a ordem no local.

Em contato por telefone com o diretor Administrativo Sr. Márcio Gonçalves ele informou que a instituição está sem atendimento devido à médica plantonista ter adoecido, fato que é contestado por funcionário e populares que estavam na noite de segunda (18) no hospital, segundo eles a médica plantonista deixou o local de trabalho chorando devido ao não recebimento de plantões há muito tempo.  Perguntado a respeito dos atrasos de salário ele respondeu que a instituição não está recebendo os repasses para pagar os funcionários.

Os funcionários que estão há trás meses sem receber informaram também que estão fazendo “vaquinha” entre si para pagar as contar de água e luz, muitos já estão com o fornecimento cortado segundo eles todos os dias a direção diz que vai fazer o deposito promessa que não é cumprida.

Populares afirmam que dentro da unidade existem diversas pessoas necessitando de transferência e o hospital não está fazendo. A exemplo da senhora Edite que colou fogo em um casa no bairro da cajazeira e está internada a quatro dias com o fêmur quebrado sem ser regulada. Outra paciente informou que está com o irmão há quatro semanas internado e sem solução.

O hospital era administrado pela APMI de Mutuípe, mais foi passado para a APMI de Castro Alves sob a alegação que a mudança facilitaria a vinda de recursos para a unidade, repasse esses que parece não estarem acontecendo.

Funcionários também foram demitidos sob a alegação que a permanecia deles estava impedindo o hospital de receber recursos. Em contato com os demitidos eles afirmaram que as demissões ocorrem por perseguição política.

O hospital está com as portas fechada e só os atendimento de extrema urgência e emergência estão sendo realizados, uma moradora teve informação que a instituição só recebe encaminhados pelo SAMU, baleados ou esfaqueados. Fotos: Leandro AlmeidaHOSPITAL FECHADO 2HOSPITAL FECHADO 2 HOSPITAL FECHADO

Um Comentário

  1. parabenssssssss!!!!!!!!!!!!!
    a imterativa FM pela reportagem divugada hoje sobre o atraso de verbas dos fumcionarios HCR de Mutuipe foi bombastica gostei bastamte

  2. pouca vergonha essa cidade,,por isso que vim embora cada dia pior que o outro ..a prefeitura ja passou da hora de assumir essa instituição..mais esse povo de mutuipe nao tem voz ativa so presta pra falar da vida aleia….por isso que essa cidade nao vai pra frente e nao tem nada a ver com o prefeito.pois o mesmo e um homem honesto e se dependesse dele o hospital ja seria da prefeitura e ponto finalll

  3. por que o prefeito nao pagor em manda agora ele pagar pra voceis por que eu garanto se modeir ganhace iria ser muito melhor no otro ano fote de novo no 13 porque so da 13 ne si voceis votace em modeir nada disso tava acontersendo votem mais no 133333333333333333333333333333333333333333333333333333333333333333333333333333333333333333333333333

    1. antes de vc comentar vc poderia procurar saber quem sao os responsaveis pelo hospital. a prefeitura queria assumir o hospital e nao deixar certmente vc nao mora no municipio nao sabe das coisas investigue antes seu…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo