BrasilCidadesGeral

Mulher que tinha tumor raro do tamanho da cabeça morre no Pernambuco

A morte da mulher foi divulgada pelo Instituo de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip), unidade que realizava o tratamento em Thais, conforme apuração do G1.

A diarista tinha um neurofibroma, um tumor que atingiu o tamanho semelhante ao da cabeça da paciente e, por isso, o caso era tratado como raro.

Por meio de nota, o Imip informou que a jovem morreu em decorrência de complicações de “metástases e de doença no sistema nervoso central”. O Imip informou, ainda, que “a paciente era acompanhada pela instituição, tendo sido garantida toda a assistência necessária”.

De acordo com a irmã de Thais, Isabela Santos, apesar da cirurgia bem sucedida, a irmã apresentou problemas no pós-operatório como água no pulmão.

“Ela estava sofrendo muito, sentindo muitas dores, muita falta de ar, sendo socorrida direto. Minha irmã estava sofrendo e Deus achou melhor levar. Ela está num bom lugar, eu creio”, afirmou.

Thais deixa três filhos, de 9 anos, 7 e 2. A diarista lidava com o tumor desde os cinco anos de idade e passou por diversos procedimentos médicos. No entanto, recentemente seu quadro piorou. Ela aguardava a perícia do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para receber o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Istoé

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar