Sem categoria

Mulher de Cachoeira é conduzida à sede da PF sob suspeita de tentar corromper juiz

A Polícia Federal conduziu na manhã desta segunda-feira (30) a mulher do contraventor Carlinhos Cachoeira, Andressa Mendonça, à sede do órgão, em Goiás. Ela é suspeita de tentar corromper o juiz Alderico Rocha Santos, que julga o processo no qual o bicheiro é réu. Além do mandado de condução coercitiva, a Justiça Federal também expediu um de busca e apreensão na residência de Andressa. De acordo com a PF, a esposa de Cachoeira teria incorrido no artigo 333 do Código Penal, que trata do crime de corrupção ativa. Segundo informações do Uol, também foram apreendidos dois computadores, documentos e dois tablets, que passarão por perícia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo