Cotidiano

Moro afirma que ‘destempero’ de Bolsonaro abalou a economia do Brasil

O ex-Ministro da Justiça, Sergio Moro (Podemos), criticou o presidente Jair Bolsonaro (PL) em uma entrevista ao Estadão, publicada nesta segunda-feira (24). Durante a conversa, o ex-juiz afirmou que o “destempero verbal” do chefe do Executivo “abalou” a economia do país.

Quando questionado sobre Bolsonaro ter tentado um golpe de Estado em 2021, Moro afirmou que “movimentos agressivos contra as instituições” foram determinantes para arrasar a credibilidade do Brasil.

“Não que ele tenha tentado, mas passou o ano passado inteiro falando em questionar a legitimidade das eleições, em realizar movimentos agressivos contra as instituições. O abalo que isso trouxe à credibilidade do Brasil e igualmente a nossa economia.[…] Muita gente atribui essa escalada gigante do dólar no ano passado, a elevação da inflação, do preço dos alimentos e dos combustíveis a esse destempero verbal do presidente. Imagine você sendo investidor lá fora e olhando para o Brasil o presidente falando que não vai reconhecer eleições, apoiadores falando em invadir o STF. São situações absolutamente intoleráveis e tem um impacto econômico sim”, disse Moro.

Bahia.ba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo