MutuípeSlide

Ministério Público recomenda que Justiça Comum decida futuro do PSL de Mutuípe

Após vereador fazer publicação no WhatsApp, filho de Béu Rocha acusa prefeito e apoiadores pela mudança na direção do partido.

A defesa do pré-candidato a prefeito de Mutuípe Luciano Rocha entrou com um pedido de liminar na justiça para que corrija os rumos do PSL – Partido Social Liberal no município.

A comissão provisoria do partido foi modificada no período pré-eleitoral, manobras que juristas consideram crime, por tentar impedir uma pré-candidatura e exercício da democracia.

Após fazer análise preliminar do caso, o juiz da comarca entendeu que precisava de uma manifestação do Ministério Público para tomar sua decisão.

Na segunda-feira (27), o promotor de justiça, Thiago Cerqueira Fonseca, emitiu parecer sobre o caso: “controvérsias relativas aos partidos políticos que não se referem ao registro de estatuto e dos órgãos de direção, refogem a competência, da Justiça Especializada, cabendo a justiça comum dirimir tais conflitos.”

A decisão foi parar nas redes sociais e acabou mal interpretada, o vereador Junior Cardoso chegou a postar a foto numa rede social dizendo: “O PSL é nosso e nada deles, decide o Ministério Público.”

Na manhã desta quita-feira (30), Ricardo Andrade Rocha que é irmão do pré-candidato, postou um card, chamando a informação de fake: Atenção povo de Mutuipe! Como já é do conhecimento de todos, o prefeito municipal e seus apoiadores, estão com MEDO de enfrentar Luciano Rocha nas eleições, não querem deixar a população escolher quem será o próximo prefeito de forma democrática. Para isso, estão tentando “tomar” o partido PSL municipal, através de métodos nada corretos. Então foi ajuizada uma Ação para que a justiça prevaleça e o POVO tenha o direito ao voto assegurado. Ocorre que o Ministério Público Elitoral emitiu um Parecer entendendo que o juízo competente para julgar a Ação é a Justiça Comum e não a Justiça Eleitoral, apenas isso. O Mérito da Ação ainda não foi decidido. Irresponsavelmente o vereador Junior Cardoso está espalhando mentiras (Facknews) afirmando que “tomaram” o PSL municipal. Ou ele é preguiçoso e não leu o Parecer ou lhe falta o mínimo de inteligência para interpretar o que está escrito! Seguem os prints do Parecer e do Watzap do vereador.

Antes ocupada por Ariclenes Araújo Conceição – Ary, a presidência do partido no município foi modificada em 17 de julho, onde assumiu Ivonilton da Silva Ramos – Vando de Irênio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar