Notícias

Macarrão responsabiliza goleiro Bruno por sumiço de Eliza Samudio

O réu Luiz Henrique Romão, o Macarrão, responsabilizou o goleiro Bruno pelo desaparecimento de Eliza Samudio, em depoimento de mais de cinco horas prestado na madrugada desta quinta-feira (22), no Tribunal do Júri de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. Macarrão contou que o goleiro lhe pediu que levasse a vítima do sítio em Esmeraldas (MG) para um ponto em frente à Toca da Raposa, em Belo Horizonte, no dia 10 de junho de 2010.Uma pessoa esperaria no local para matar Eliza. O réu afirmou que sentiu “um clima estranho” quando Bruno lhe fez o pedido. “Eu disse ‘cara, me conta que o tá acontecendo’”, contou. “Qualquer coisa que acontecer todo mundo vai me culpar”, teria dito ainda ao atleta. A reposta do goleiro teria sido a seguinte: “Larga de ser bundão, é comigo. Aqui é o Bruno”. Macarrão disse que aceitou cumprir a tarefa apenas por ser funcionário de Bruno, mas que o teria avisado que aquilo acabaria com sua carreira. Ao ser questionado pela juíza Marixa Fabiane se pressentia a morte de Eliza, o réu respondeu que sim. Macarrão relatou que, acompanhado por Jorge Rosa – primo do goleiro – deixaram a vítima, que teria deixado o carro voluntariamente e sido conduzida por uma pessoa, que os aguardava em um Palio preto. Macarrão disse que deixou o lugar assustado e não viu o que aconteceu depois. Informações do UOL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar