Cidades

Jovem de 21 anos sai para visitar o pai e família recebe foto do seu corpo pelo Whatsapp

 

Mesmo sabendo da morte de Anderson Pontes da Luz, a família não sabe onde está seu corpo.

O desaparecimento de um jovem de 21 anos, nesta sexta-feira (29), após sair de casa, em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), parece ter terminado da forma mais trágica para a família. Antes mesmo de registrar o sumiço, parentes de Anderson Pontes da Luz, conhecido como “Neno”, receberam uma foto que mostra um corpo, que seria do rapaz. A imagem foi compartilhada por meio do aplicativo WhatsApp. De acordo com a esposa de Anderson, o rapaz saiu de casa por volta das 6h da manhã e não deu mais notícias. Nas redes sociais, ela chegou a fazer um apelo. “Alguém sabe dizer se esse rapaz morreu mesmo gente. Estou desesperada sem saber – uns dizem que sim e outros que não. É meu marido gente, me ajude a saber se é verdade pelo amor de Deus. Estou grávida passando mal desde ontem sem notícias do meu amor”, escreveu a companheira de Anderson.

Ele foi visto pela última vez por volta das 3h da tarde na Avenida Paulo Souto, Bairro Eucalipto, onde visitou o pai. A família soube do crime na manhã deste sábado (30/12) depois que a foto dele, já morto, foi enviada para seus contatos do WhatsApp.

Quando esposa do jovem viu a imagem, não teve dúvidas que era o marido ali, morto. “É verdade – eu vi a foto dele morto. Nosso filho vai nascer sem pai. Deus estava avisando a ele direto. Pedir tanto pra ele não sair. Deus avisou a ele que se não ouvisse os meus conselhos iria morrer”, lamentou a jovem. Anderson morava no bairro Cia 2, e iria fazer aniversário neste domingo (31/12), quando completaria 22 anos. Ele e a esposa aguardavam a chegada do primeiro filho do casal.

“Só quero ver o corpo e enterrar meu marido”, diz companheira da vítima. Familiares e amigos de Anderson já estão se mobilizando para tentar encontrar o corpo. “Pedimos a colaboração de pessoas que tenham qualquer informação que possa chegar até o local onde está o corpo. A família está sofrendo por não achar o corpo para fazer o sepultamento”, explica um amigo, que pediu para não ter a identidade revelada. Até a publicação desta matéria, o corpo dele ainda não tinha sido localizado. Ainda não se sabe a causa da morte. A Polícia Civil deve investigar o caso. Via Blog do Marcelo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo