Cotidiano

Guedes, sobre privatizações: ‘Petrobras, Banco do Brasil, todo mundo entrando na fila’

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta segunda-feira, 27, que Petrobras e Banco do Brasil devem entrar “na fila” de empresas estatais que podem ser privatizadas nos próximos anos. As declarações foram dadas durante um seminário realizado por videoconferência.

“Um plano para os próximos dez anos é continuar com as privatizações. Petrobras, Banco do Brasil, todo mundo entrando na fila, sendo vendido e sendo transformado em dividendos sociais”, disse Guedes.

O chefe da equipe econômica do governo lembrou que, em pouco mais de dois anos e meio da atual gestão, as privatizações renderam cerca de R$ 240 bilhões. Segundo o ministro, “quem dá o timing é a política” quando o assunto é privatizar.

Mercosul

Guedes voltou a defender a modernização do Mercosul. Ele é favorável à redução da Tarifa Externa Comum (TEC) em pelo menos 10%, mas a medida enfrenta dura resistência da Argentina, governada pelo peronista Alberto Fernández.

“O Mercosul vai se modernizar, e quem estiver incomodado que se retire”, afirmou Guedes. “A nossa posição é de avançar. Nós não vamos sair do Mercosul, mas nós não aceitaremos o Mercosul como ferramenta de ideologia. O Mercosul tem uma proposta muito clara: ele tem que nos permitir, é uma plataforma de integração na economia global. Se ele não entregar esse serviço, nós vamos modernizar, e os incomodados que se retirem”, completou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo