Notícias

Guanambi: Jovem é preso acusado de abusar da filha de quatro anos

Um jovem de 26 anos foi preso em flagrante acusado de abusar da filha de quatro anos na zona rural do município de Guanambi, localizado a 796 quilômetros da capital baiana. De acordo com a titular da delegacia de região, Caterine Pinheiro, a mãe da vítima registrou uma queixa contra Alcimar Teles da Silva no domingo (28), após a menina ser socorrida para um hospital da região.

A criança foi abusada sexualmente pela primeira vez no sábado (27), após a mãe deixar a filha dormindo na cama com o marido enquanto ia frequentar um curso na cidade de Guanambi. A avó materna da menina, que morava com a filha, o genro e a neta na fazenda Jurema de Barbosa também não estava em casa no momento do crime.

“A menina nos contou que estava dormindo na cama com o pai, e quando acordou, ele já estava nu em cima dela”, relata a delegada Caterina. “Ela nos disse que o pai a beijou na boca, lhe acariciou e a penetrou.”

O abuso tornou a se repetir no dia seguinte. “Ela foi estuprada pela segunda vez no domingo, enquanto eles estavam em casa com a avó e uma tia da vítima, que mora em Guanambi, mas passava os finais de semana na casa da irmã”, continua a titular. “O pai pediu que a menina fosse no quarto. Só que ao ouvir o barulho da cama se mexendo, e perceber que a porta tinha sido trancada por ele, a avó da criança ficou desconfiada e olhou pelo buraco da fechadura, onde viu o genro nu na cama, em cima da neta. Ela alertou a tia da criança, que arrombou a porta do quarto”.

Durante a confusão, Alcimar fugiu do local. A criança foi socorrida para um hospital da região, onde ficou comprovada a violência sexual. Policiais civis realizaram buscas na zona rural da cidade, mas o acusado só foi encontrado na segunda-feira (29), no bairro Belo Horizonte, em Guanambi.

“O laudo pericial não constatou o rompimento do hímen da menina, e sim uma tentativa de rompimento. No entanto, isso ainda se configura como estupro de vulnerável, e caso seja condenado por um juiz, o acusado pode pegar de oito a 15 anos de prisão”, conclui a delegada Caterina Pinheiro.

Alcimar Teles da Silva está preso na Delegacia de Guanambi à disposição da Justiça. Ainda de acordo com a polícia, a menina de quatro anos, que estava sendo acompanhada pela mãe e por uma conselheira tutelar, ia permanecer em uma casa de apoio até a quarta-feira (31).(Correio)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo