Slide

Goleiro Bruno envia carta a programa de TV e fica sem emprego na cadeia

O goleiro Bruno Fernandes foi afastado, temporariamente, do trabalho de faxina que realiza diariamente na Penitenciária Nelson Hungria, em Nova Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo o jornal Estado de Minas, a punição recebida pelo atleta aconteceu depois que ele enviou uma carta ao público endereçada ao apresentador Ricardo Carlini do programa TV Verdade, da TV Alterosa. A correspondência foi divulgada nessa sexta-feira (13). A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) também será notificada pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) pelo fluxo de cartas realizada pelos advogados do detento. De acordo com a Seds, todas as correspondências escritas por presos têm de passar por um departamento específico para registrar e conferir o teor do documento. O goleiro não respeitou as normas e entregou diretamente o bilhete a seu advogado, Rui Caldas Pimenta, que entregou ao apresentador. Bruno recebe o benefício da reemissão de pena, ou seja, a cada três dias trabalhado ele deixa de cumprir um dia na cadeia pelo trabalho exercido com a faxina, além do salário de R$ 466,50.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo