Cidades

FHC: Qualquer um de nós na presidência, hoje, estaria enrolado

FHC - DISCURSOO ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso disse que falou a amigos que, se qualquer um estivesse na Presidência, neste momento, estaria enrolado. “Como se forma maioria?”, questionou, durante o primeiro bloco do programa Roda Viva, da TV Cultura.

Leia mais

Paula Fernandes choca seguidores ao “abraçar” própria cintura com as mãos

Mutuípe: Condutor perde o controle de Fiat Pálio no “Novo Ferro Velho”

Lula sinaliza que não pretende ser candidato em 2018

Para FHC, o sistema político fracassou e, recentemente, o Congresso perdeu uma oportunidade de fazer uma reforma que reduzisse a tendência de fragmentação do Congresso, que dificulta a formação de uma base de sustentação do governo. “Hoje o Brasil vive o apogeu desse sistema político que não está funcionando […] O sistema está viciado e isso é mais grave do que o problema da economia”, afirmou. Segundo o tucano, os partidos hoje não são verdadeiramente partidos porque não organizam as opiniões, o que impede a formação de uma coalizão em torno de ideias. FHC apontou que nem os líderes das legendas têm controle das bancadas, o que dificulta os acordos, mas defendeu o diálogo com todas as forças e com a sociedade.

Ele lembrou a crise energética de 2001 para exemplificar sua atitude em um momento difícil. “O que eu fiz no apagão? Chamei todos os partidos, a sociedade civil”, disse. “Perdi popularidade, sem dúvida, mas não se está no governo para ter popularidade”, avaliou. O ex-presidente afirmou que, embora às vezes se queixe, recebeu apoio do PSDB em sua gestão. “Não tinha uma questão como a do PT hoje, que é contra o ministro da Fazenda”, afirmou, em referência às falas de lideranças petistas sobre Joaquim Levy.

BN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo