Slide

Estudo revela que embalagens de fast-food prejudicam a saúde

Quem ama fast food está cansado de ouvir que esse tipo de comida não é bom para a saúde. Agora, um novo estudo revelou que não é apenas o alimento que é prejudicial, mas também a embalagem. Publicada na revista científica Environmental Science & Technology Letters e divulgada pela Veja, essa pesquisa explica que os responsáveis são os produtos químicos usados na fabricação.

As embalagens podem causar diabetes e até câncer. “Essas substâncias químicas têm sido associadas a inúmeros problemas de saúde, por isso é preocupante que as pessoas estejam potencialmente expostas a elas em alimentos”, refere a principal autora do estudo, Laurel Schnaider. Para chegar a essa conclusão, Instituto Silent Spring, nos Estados Unidos, analisou cerca de 400 embalagens de 27 redes de fast food do país – todas elas feitas com cartolina e papel. Elas são feitas dessa forma para que sejam à prova de gordura.

Só que esses materiais têm substâncias químicas fluoradas, que acabam ficando em contato com o alimento que armazenas. Assim, podem fazer com que, quando uma pessoa coma o alimento, seu DNA seja modificado e, também, os processos de replicação celular.

Ainda de acordo com o estudo, as crianças podem ser mais prejudicadas, uma vez que seus corpos não se desenvolveram completamente. Entre os problemas que podem ocorrer estão puberdade precoce, distúrbios de fertilidade, distúrbios de desenvolvimento em crianças, doenças da tireoide, obesidade, câncer e diabetes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo