Notícias

Estudantes e reitoria não entram em acordo e clima esquenta na Uefs

A reunião entre a reitoria da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) e estudantes que ocupam a instituição há 86 dias terminou sem acordo na noite desta quinta-feira (5) e o clima esquentou no campus universitário. Seguranças cercaram o prédio do restaurante universitário, onde os alunos estão acampados desde abril, e a reitoria exigiu que os manifestantes assinassem um documento no qual se comprometiam a desocupar o local, o que não foi aceito. Os universitários reivindicam melhor higiene do espaço, fiscalização sanitária, melhoria da qualidade dos alimentos e fornecimento gratuito das refeições, atualmente comercializadas a R$ 1. “Mantemos o processo do bandejão, que é um restaurante subsidiado. Os nossos estudantes têm uma cota de refeições, por exemplo de 1,2 mil almoços que são subsidiados a R$ 1. Nós já aceitamos aumentar esse número de alimentação subsidiada”, explicou o reitor da Uefs, José Carlos Barreto. Em nota, a instituição afirma que foram adotadas medidas para a desocupação do espaço porque a comunidade universitária pede o retorno das atividades do restaurante. Nesta quarta (4), o local foi isolado e todo o prédio está sem água e sem energia. Informações do G1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo