Cotidiano

Empresa que fez campanha de Trump se recusa a assessorar Bolsonaro

agência americana Cambridge Analytica, responsável pela campanha de Donald Trump à presidência dos Estados Unidos, foi sondada por aliados do deputado e presidenciável Jair Bolsonaro (PSC-RJ) para assessorá-lo.

Depois de analisar o perfil do político nas redes sociais, durante um período de três meses, a empresa negou a proposta. Teria avaliado se tratar de um candidato com imagem “ruim”.

Nas últimas pesquisas de intenção de voto, o deputado aparece em segundo lugar, atrás apenas do ex-presidente Lula (PT).

Questionado sobre o assunto, ainda conforme a coluna, Bolsonaro desconversou. “Se alguém procurou esta agência, foi sem minha autorização. Não tenho dinheiro para contratar uma empresa dessas”, afirmou.

 

No início do mês, o presidente do PSL, deputado Luciano Bivar (PE), afirmou que Bolsonaro será candidato à Presidência pelo partido. Se a transferência do deputado para a legenda se confirmar, ele terá R$ 3 milhões para usar na campanha, ou seja, 30% dos R$ 9 milhões do fundo que a legenda deve receber.

Noticiasaominuto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar