Cidades

Comandante da PM lamenta aumento de jovens em práticas criminosas

CORONEL ANSELMO BRANDAODurante coletiva em que a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) apresentou Gilmário Alves do Nascimento, suspeito de matar a estudante de medicina Marianna Teles, de 22 anos, no bairro do Costa Azul, o Comandante Geral da Polícia Militar, Anselmo Brandão, lamentou o aumento do envolvimento de jovens em práticas criminosas e convocou a população para uma reflexão. “Com relação a esse episódio, convidando a todos, inclusive os senhores que participassem, externando o quanto é difícil trabalharmos em uma vertente onde grande parte dos problemas, que vem das estruturas de uma sociedade que vivemos hoje, uma sociedade onde os valores são invertidos, uma sociedade que a gente assiste a todo o instante, um processo de crescimento da violência, partindo de atores que nos entristecem”, disse. “No domingo tivemos uma ocorrência envolvendo um roubo a coletivo, onde foram apreendidos 4 menores. 10, 11, 12 e 13 anos. Um com um revólver 38.

Veja mais

Estado Islâmico amarra e queima prisioneiros até a morte no Iraque

Gabriel Jesus volta a brilhar e põe Palmeiras no G4 com vitória sobre Joinville

Policial atira na cabeça do outro dentro de viatura no Recife

Ficamos perplexos quando lidamos com aqueles corpos franzinos, praticando essa prática periculosa. Imaginávamos, se um menor daquele reagisse naquele instante e houvesse uma reação da polícia, será que hoje não estariam dizendo que a polícia atingiu um menor? Mas é essa a sociedade que estamos vivendo hoje, são esses atores que estão inquietando a gente”, declarou. “A Polícia Militar e a Polícia Civil tem se engajado bastante nesses 7 meses de comando, a polícia vem abordando bastante. Vamos intensificar ainda mais, e espero que cenas como essa não se repitam”, completou. (Metro1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo