Política

Ciro Gomes declara apoio à reeleição de Dilma

Alegando estar decepcionado com o tradicional aliado Aécio Neves (PSDB), Ciro Gomes (PSB) resolveu declarar apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT) em 2014. Ele acredita que seu partido perdeu a chance de concorrer em 2010 e agora só deve sonhar com a Presidência em 2018. “Caso queira disputar em 2014, deve entregar os cargos que tem no governo federal agora”, afirmou. Gomes declarou que a disputa eleitoral pela prefeitura de Belo Horizonte, onde o PSB concorre diretamente com o PT, é fruto de um “erro primário” de Aécio, que o deixou muito desapontado. “Ele, inacreditavelmente, acho que por influência da alienação política que Brasília provoca nas pessoas, resolveu forçar a mão em cima do Marcio Lacerda para provocar o fim da aliança com o PT e precipitar em Belo Horizonte uma disputa completamente extemporânea, descabida, pela Presidência da República”, disse. O pessebista também afirmou que o episódio é um caso específico, que não deve desgastar as relações com os petistas e que tem obrigação moral com a campanha de Dilma em 2014. “Agora participamos do governo da Dilma e eu cultivo a lealdade”, declarou, alegando apesar de ser uma vocação natural de sua legenda disputar, o atual plano de governo é o melhor para o país. Informações do jornal O Estado de S. Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo