Slide

Candeias: Em ‘estado de emergência’, prefeitura gastará R$ 1 milhão com festa de emancipação

A prefeitura de Candeias pretende comemorar os 54 anos de emancipação política com uma grande festa no próximo dia 14 de agosto. A previsão de gastos para a realização das comemorações atinge a cifra de R$ 1 milhão. O problema é que o atual prefeito, Sargento Francisco (PMDB), decretou no último dia 29 de junho situação de emergência no município da Região Metropolitana de Salvador (RMS). No documento, o atual gestor, que assumiu o mandato no último dia 23 de junho após a ex-prefeita Maria Maia (PMDB) ser cassada, alegou que encontrou uma situação caótica, precária e sem estrutura em todos os setores da administração municipal. “Considerando que essa situação poderá trazer danos sérios ao Município, gerando perda econômica, social e patrimonial, além de afetar diretamente a sociedade”, diz o decreto assinado pelo alcaide. Nas informações obtidas através das publicações realizadas pelo Diário Oficial do Município, a prefeitura contratou a WD Produções e Eventos por R$ 300 mil, que ficará responsável pela contratação das atrações que se apresentarão nos dias 13 e 14 de agosto. Para a sonorização e iluminação, o contrato foi firmado com um empresário autônomo, no valor de R$ 128 mil. Com palco, camarote e toldos, o gasto chega a R$ 250 mil, valor pago à empresa Laranjeiras Toldos LTDA. No cerimonial, a quantia despendida será de R$ 249,5 mil para obter os serviços do Grupo Multi Eventos LTDA. Ainda há o gasto com R$ 20,5 mil com aluguel de gerador e R$ 30 mil com locação de banheiros químicos. No total, o Município gastará R$ 958 mil dos cofres públicos, a maioria recursos da arrecadação de royalties do Petróleo. Candeias arrecada mensalmente, segundo dados do Tribunal de Contas dos Municípios (TMC), R$ 15 milhões mensal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo