BrasilGeral

Bolsonaro tenta amenizar crise com Datena

O presidente Jair Bolsonaro fez intermédio para amenizar a o atrito entre José Luiz Datena (PSC-SP) e o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, segundo revela a colunista Mônica Bergamo, no jornal Folha de S.Paulo desta segunda-feira (23). Em almoço empresarial, na última sexta-feira (20), o líder do PL afirmou que o apresentador tinha “coisa no passado”, fato que o faria desistir da candidatura ao Senado.

Diante da crise gerada pelo “fogo amigo”, Bolsonaro fez uma chamada de vídeo com Datena, no último sábado (21). O presidente estava ao lado de Costa Neto. O Objetivo da conversa foi evitar uma possível desistência de candidatura do apresentador. Na ocasião, o administrador pediu desculpas pelo comentário feito em encontro com empresários.

Na conversa, Bolsonaro afirmou que o cargo de senador “já era” do apresentador. “Eu já disse para esses caras [lideranças do Republicanos e do PL] que você ganha a eleição. A decisão é sua, você define se quer ou não [ser candidato]”, disse.

Para amenizar a crise gerada pela situação, nesta segunda-feira (23), o ministro Tarcísio de Freitas negou que teria uma segunda opção para o cargo que será disputado por Datena. E reafirmou que é o candidato do presidente. Os aliados de Tarcísio Freitas chegaram a afirmar que o correligionário Paulo Skaf seria o plano B.

Bnews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo