GeralSalvadorSaúde

Bahia registra 5 óbitos por picadas de aranha em 2021; verão aumenta incidência do animal, veja como combatê-las

Verão aumenta a incidência de acidente por aracnídeos.

O verão é a estação perfeita para o aparecimento de aranhas, são durante os meses de clima quente e úmidos que unidades de saúde registram aumento no número de acidentes provocados por animais peçonhentos.

Nesta primeira semana de 2022, uma moradora da Federação, em Salvador, foi internada no Hospital Teresa de Lisieux, após ser picada pelo animal. No ano passado a Bahia registrou 779 casos e 5 óbitos por picadas de aranhas, os dados foram apurados por site Bahia Notícias, junto ao Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan).

Segundo Ana Beatriz Santos, ela teve dores no corpo, febre alta e inflamação abdominal. Ela foi picada na perna e passou a ter dificuldade de locomoção.

O coordenador do Centro de Informação e Assistência Toxicológica da Bahia (Ciatox), Jucelino Nery, alerta que em casos de acidente com o animal, é recomendável que seja feita uma fotografia da aranha para um melhor direcionamento dos profissionais de saúde.

Somente em novembro de 2021 foram oito ocorrências e um óbito no estado. Já fevereiro foram 81 notificações. Nos meses de primavera os registros de acidente com aracnídeos chegaram a 209.

Como combater as aranhas?

  1. – Mantenha a casa aromatizada.
  2. – Use sprays repelentes.
  3. – Elimine as teias.
  4. – Mantenha a casa organizada.
  5. – Aranhas não gostam de frutas cítricas.
  6. – Desinfete as janelas.
  7. – Aspirar regularmente
  8. – Tapar fendas 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo