Esportes

Angioni sobre Jorginho: ‘Não abrimos mão’

O Palmeiras, nesta quinta-feira (13), oficializou a demissão do treinador Luiz Felipe Scolari, após vinte e seis meses à frente da equipe. A saída do técnico movimentou os bastidores e aumentou o mercado das especulações em cima do provável substituto.

Dois nomes foram ventilados pela imprensa paulista. O primeiro trata-se do atual treinador do São Caetano, Emerson Leão, também ídolo do Palmeiras, onde atuou como goleiro e cravou o nome na história do clube como um dos jogadores mais vitoriosos. O segundo especulado é o treinador do Bahia, Jorginho, que já teve uma passagem pelo time paulista e, hoje, virou destaque pelo bom momento frente ao time tricolor.

Imediatamente, o departamento de futebol do Bahia, através do gestor Paulo Angioni, se pronunciou sobre o caso e negou a saída do comandante.

– Não abrimos mão do técnico Jorginho. Entendemos o interesse do Palmeiras, apesar de o Bahia ter outra conduta quando busca um treinador. Não procuramos treinadores empregados, até em respeito as outras agremiações – afirmou.

No Bahia, Jorginho está invicto com três triunfos e dois empates.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo