Política

Afastado, senador Aécio Neves sofre corte no salário e poderá perder benefícios

Defesa teme pela prisão de Aécio após a primeira turma do STF manter irmã presa.

O Senado Federal cortou ontem (quarta-feira 14), uma parte do salário do senador afastado Aécio Neves (PSDB), a demora para que o presidente Eunício Oliveira (PMDB) fizesse o corte gerou polêmica e criticas.

O senador seguirá recebendo a quantia de R$ 33.763, equivalente a um terço do total, o recebimentos dos valores dependerá da quantidade de sessões na casa, visto que cada sessão com falta terá um valor descontado.

Aécio poderá se preso por ordem do Supremo Tribunal Federal na próxima semana, ou poderá volta a exercer o mandato como solicitou a defesa, o caso será apreciado pela primeira turma na terça-feira (20).

A pressão para quando as denuncias do senador tem crescido, Aécio também perdeu o carro oficial e teve a verba indenizatória retirada.

Sobre os benefícios de que Aécio teria como senador, um ofício foi encaminhado mais pelo presidente da Casa ao ministro Marco Aurélio, Em resposta, o ministro disse que o gabinete de Aécio pode funcionar normalmente durante o período de afastamento do tucano. Pelo entendimento de Marco Aurélio, o gabinete pode continuar aberto porque o mandato do parlamentar foi apenas suspenso e não extinto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo