Cidades

Aécio diz que Dilma tenta 'terceirizar' responsabilidade sobre economia

AECIO NEVES - IRADOO presidente nacional do PSDB e candidato derrotado na disputa à Presidência da República de 2015, senador Aécio Ne ves (MG) afirmou nesta segunda-feira (19), por meio de nota, que a presidente Dilma Rousseff “parece querer terceirizar responsabilidades”. O parlamentar também disse que os brasileiros foram “enganados” durante a campanha eleitoral.
Mais cedo, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, anunciou o aumento de impostos sobre operações em crédito, sobre produtos importados e combustível. De acordo com o ministro, as medidas são parte do esforço para ajustar as contas públicas.
“Ao se omitir no momento do anúncio de medidas que afetarão gravemente a vida do nosso povo, a presidente parece querer terceirizar responsabilidades que são essencialmente dela”, afirmou Aécio.

Segundo o parlamentar, o país está “assustado” com o que ele classificou de “herança maldita que o primeiro governo Dilma deixou para o país”: “Apagão, racionamento de energia, aumento de impostos, cortes de direitos trabalhistas já preocupam e demonstram como milhões de brasileiros foram enganados durante a campanha eleitoral”, disse Aécio.

O tucano também disse ter havido falta de “responsabilidade à Dilma durante a disputa eleitoral. “Durante a campanha eleitoral faltou responsabilidade à presidente. Focada apenas em vencer as eleições, a candidata adiou medidas necessárias que agora, diante de um quadro agravado, vão custar ainda mais caro à população”, declarou.
Veja a íntegra da nota de Aécio:
Onde está a presidente?

O Brasil está assustado com o tamanho da herança maldita que o primeiro governo Dilma deixou para o país. Apagão, racionamento de energia, aumento de impostos, cortes de direitos trabalhistas já preocupam e demonstram como milhões de brasileiros foram enganados durante a campanha eleitoral.

Os erros do governo do PT não podem mais ser ‘escondidos embaixo do tapete’. E a conta de todos esses erros será, injustamente, paga pela população.

Em meio a tudo isso, o país se pergunta: onde está a presidente?

Duas características são essenciais a um governante: responsabilidade e coragem.

Durante a campanha eleitoral faltou responsabilidade à presidente. Focada apenas em vencer as eleições, a candidata adiou medidas necessárias que agora, diante de um quadro agravado, vão custar ainda mais caro à população.

Hoje, falta à presidente coragem para olhar nos olhos dos brasileiros e reconhecer que está fazendo tudo o que se comprometeu a não fazer.

Ao se omitir no momento do anúncio de medidas que afetarão gravemente a vida do nosso povo, a presidente parece querer terceirizar responsabilidades que são essencialmente dela.

A pergunta que milhões de brasileiros se fazem hoje é : Onde está a presidente?

Senador Aécio Neves
Presidente nacional do PSDB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo