Esportes

Zinho promete apoio do Flamengo a Adriano: ‘Não quero deixá-lo sozinho’

Adriano novamente teve um ato de indisciplina no Flamengo, mas o clube promete que irá apoiá-lo. Ciente do problema do jogador, o diretor de futebol do rubro-negro, Zinho, afirmou que não irá desistir do atacante e que três indisciplinas não significam demissão imediata. O Imperador gerou polêmica ao faltar ao treino na última segunda-feira (3) para ir à favela Vila Cruzeiro. O dirigente, em entrevista ao jornal Extra, lamenta que umas “cervejinhas” façam Adriano perder os limites.

– Na conversa particular que tive com o Adriano, nem ele soube explicar direito o que acontece. Percebi que o problema dele não é uma cervejinha aqui, outra ali, um cansaço. É uma coisa da cabeça dele. Do nada, vem uma tristeza e ele se abate – diz Zinho ao jornal.

Zinho diz que Adriano precisa resolver os problemas que enfrenta, tanto os da cabeça com as com a cerveja. E para isso, o dirigente afirma que o atacante terá o apoio do Flamengo.

– Estou tentando deixá-lo motivado. Não quero deixá-lo sozinho. Ele precisa estar com boas pessoas. Às vezes, ele acaba buscando essas pessoas no lugar errado. Aí, já viu, né? Bebe um pouquinho a mais e, no dia seguinte, está cansado, triste – lamentou.

Com duas indisciplinas desde que assinou contrato com o clube da Gávea, Adriano poderá ser dispensado em caso de novo problema. No entanto, Zinho minimiza a possibilidade e diz que não deseja pressioná-lo.
– Estipulou-se um número limite de indisciplinas. O que não quer dizer que a gente vai rescindir o contrato de imediato. Polemizou-se muito, mas meu objetivo era deixar o Flamengo protegido de forma que não houvesse nenhuma dúvida. Pra que pressioná-lo? Tenho a amizade dele, tenho o jogador do meu lado, tenho a avó do cara, a mãe do cara, o empresário do cara – completou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo