Política

Wenceslau Guimarães: Polícia identifica acusados de ato de vandalismo contra casa de prefeita

Alguns dos acusados de atirar pedras na casa da prefeita de Wenceslau Guimarães, Susete Nascimento, já foram identificados pela polícia e estão sendo chamados para depor. Segundo o delegado titular de Tancredo Neves Cláudio Gonzalez, município a 32km de Wenceslau, entre os envolvidos da depredação  ocorrida na noite da última terça-feira (18) estão mulheres e crianças.

“Já estamos intimando aqueles que já foram identificados ou outros possíveis responsáveis”, disse o delegado. Segundo ele, se ficar provado que houve algo orquestrado, os acusados podem responder por formação de quadrilha.

O motivo seria o atraso no pagamento dos salários dos servidores municipais. Segundo o delegado, antes do recesso de fim de ano do Fórum, a juíza do município teria determinado o pagamento dos salários atrasados. O Correio não conseguiu contato com a prefeita para confirmar a informação.

Imagens do circuito interno de segurança da casa da prefeita são utilizadas na identificação. Também estão sendo ouvidas testemunhas do crime que possam apontar outros suspeitos. Cerca de 20 pessoas participaram do ataque que destruiu telhas, janelas e portas de vidro, além de danificar móveis.

Após o ataque, a casa passou a ser vigiada por policiais militares de Ilhéus, no Sul da Bahia. No momento do ato de vandalismo, estavam na casa a mãe da prefeita e os funcionários da residência. Ainda de acordo com o delegado Cláudio, na visita da perícia, a prefeita não foi encontrada para ser ouvida. Segundo testemunhas, ela teria viajado para Salvador.

Viaturas da Polícia Civil também fazem rondas pela cidade para identificar qualquer manifestação violenta. A cidade já está mais tranquila, e espero que até o fim do ano [quando serão empossados novos gestores] continue assim”, comentou o delegado.

Pagamento dos servidores
Um dos motivos que teria provocado o ataque à casa da gestora seria a falta de pagamento dos salários dos servidores. Segundo moradores, os funcionários da prefeitura estão há três meses trabalhando sem salários. Representantes da Prefeitura Municipal não foram localizados para esclarecer as denúncias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo