Cotidiano

Vizinha diz que copiloto do Airbus 320 era 'psicologicamente instável'

COPILOTO - PONTEApós a confirmação de que Andreas Lubitz derrubou o Airbus 320 da Germanwings intencionalmente, autoridades francesas e alemãs passaram a investigar o passado do copiloto. Uma vizinha de Lubitz contou que “ele era altamente inteligente, fanático por aviões”, mas também “psicologicamente instável”. Segundo ela, Lubitz chegou a interromper os estudos para fazer um tratamento contra depressão. De acordo com o CEO da Lufthansa (matriz da Germanwings), ele foi examinado duas vezes por especialistas que avaliam as características psicológicas dos funcionários da companhia aérea. Lubitz, de 28 anos, começou a pilotar aviões esportivos quando tinha apenas 14 anos de idade, e aos 21 foi selecionado para a escola de pilotos da Lufthansa. “Ele era não só inteligente, como também tinha muito talento para pilotar aviões grandes. A seleção da escola da Lufthansa é uma das mais difíceis do mundo”, contou um funcionário da associação de pilotos a qual Lubitz fez parte. Nesta quinta-feira (27) o promotor da cidade de Düsseldorf, Christoph Kumpa, afirmou que a polícia alemã começou a fazer buscas na casa do copiloto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo