Cotidiano

Vitamedic contesta farmacêutica alemã e defende uso de Ivermectina contra Covid-19

O laboratório brasileiro Vitamedic contesta posição da farmacêutica alemã Merck – MSD contrária ao uso de Ivermectina no combate à Covid-19. No dia 5 último, a Merck divulgou uma nota dizendo que “não há nenhuma base científica para um efeito terapêutico potencial contra Covid-19”.

A Vitamedic, por sua vez, afirma que “existem evidências médicas e científicas ao redor do mundo demonstrando a ação antiviral do medicamento”.

Segue a íntegra da nota da Vitamedic Indústria Farmacêutica Ltda:

“A Vitamedic Indústria Farmacêutica, produtora da Ivermectina no Brasil, esclarece que a declaração do grupo farmacêutico Merck – MSD sobre a eficácia do medicamento Ivermectina no tratamento da Covid-19 reflete sua opinião isolada sobre o assunto. A empresa Merck MSD não é produtora de Ivermectina para humanos no Brasil. Desconhece-se qualquer estudo pré-clínico que essa empresa tenha realizado para sustentar suas afirmações quanto a ação terapêutica no contexto da pandemia da Covid-19. Contrariamente ao que diz a empresa Merck, existem evidências médicas e científicas ao redor do mundo demonstrando a ação antiviral do medicamento. Dezenas de estudos feitos em diversos países demonstram os benefícios do medicamento especialmente nas fases iniciais da doença e, por essa razão, a comunidade médica internacional e também do Brasil passou a inclui-lo nos protocolos de tratamento da Covid-19. Trata-se de um medicamento de baixo custo e de reduzido impacto em termos de efeitos adversos.”

*Pedido de Retificação e Resposta, nos termos da Lei n° 13.188/2015, cujo conteúdo foi elaborado e é de inteira responsabilidade da sociedade VITAMEDIC INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo