Cotidiano

Vigilante tenta fazer saque com documentos em nome de ministro do STF

Um vigilante foi preso nesta quinta-feira (2) após tentar fazer um saque com documentos falsificados com o nome de um dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal).
O suspeito, de 52 anos, foi a uma agência bancária na avenida Jabaquara, em São Judas (zona sul de São Paulo), e solicitou um saque do Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público). Para fazer a transação, ele apresentou um RG e uma carteira de trabalho.
Funcionários do banco desconfiaram dos documentos e chamaram a polícia. Os oficiais da PM pediram para que o vigilante abrisse o armário em que tinha guardado seus pertences na agência bancária.
Dentro do compartimento, policiais encontraram mais um RG e uma conta de telefone com nomes diferentes dos que estavam na identidade apresentada aos funcionários. Entretanto, todos os documentos tinham a fotografia do suspeito.
O suspeito foi levado à 2ª Central de Flagrantes, onde a delegada Ancilla Baptista Giaconi percebeu que o primeiro RG e a carteira de trabalho estavam em nome de um dos ministros do STF. Os outros documentos estavam registrados no nome de outra pessoa.
O nome do ministro não foi divulgado. O vigilante foi preso por suspeita de uso de documento falso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar