Notícias

Vídeo com as últimas palavras de Cristiano Araújo prova que ele estava consciente

CRISTIANO ARAUJO - ATENDIMENTOA morte do cantor Cristiano Araújo, 29 anos, comoveu milhões de brasileiros nesta quarta-feira (24) e ainda gera questionamentos. Após o acidente, foi gravado um vídeo mostrando quais foram as últimas palavras do artista no momento em que era resgatado. A gravação prova que o sertanejo ainda estava consciente durante os primeiros cuidados médicos, contrariando a versão de que ele estaria desacordado.
 
“Ai, ai! Está doendo demais!”, reclamou  Cristiano durante o resgate. O acidente aconteceu por volta das 3h30. Um assessor do artista permaneceu segurando a mão dele durante todo o processo de remoção.
No acidente, Range Rover Sport do cantor saiu da pista, saltou sobre a vala e capotou na ilha central da BR-153. Três rodas do veículo se partiram, o vidro da frente estilhaçou e os laterais ficaram espalhados pela estrada.  Os corpos de Cristiano e Allana Moraes, 19 anos, namorada do cantor, que estavam sem o cinto de segurança, foram arremessados para fora do carro.
O policial rodoviário federal Newton Moraes, que participou do resgate às vítimas do acidente, contou que quando chegou ao local do acidente, Cristiano estava deitado, bastante agitado e consciente. A namorada do cantor já estava morta e isso teria o deixado bastante agitado.
Siga-nos no twitter
 
Ao chegar no Hospital de Morrinhos, houve a suspeita de rompimento do baço e do fígado. Lá, Cristiano fez alguns exames e teve três paradas cardíacas. Diante da gravidade do caso, os médicos autorizaram a transferência do artista para um hospital em Goiânia. A vítima não resistiu e morreu antes de chegar na  unidade de saúde.
De acordo com o gerente do IML (Instituto Médico Legal), Marcellus Arantes, a morte foi causada por uma hemorragia interna e, por causa disso, o artista ainda sobreviveu por algumas horas. “Ele sofreu hemorragia aguda, provocada por lesões nos grandes vasos sanguíneos abdominais”, disse. Varela Notícias
ASSISTA AO VÍDEO:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo