Política

Vereador é cassado, e Thammy deve assumir vaga na Câmara de SP

A Câmara de Vereadores de São Paulo cumpriu nesta quarta-feira (20) o pedido da Justiça Eleitoral de cassação do mandato do vereador Camilo Cristófaro (PSB).

Ele teve o mandato cassado em junho do ano passado após ser denunciado por fraude eleitoral na captação de recursos de campanha, mas seguia em exercício porque vinha recorrendo das decisões.

O ofício do Tribunal Regional Eleitoral chegou na Câmara na terça-feira (19), informando que o recurso de Cristófaro havia sido negado e que o efeito suspensivo da decisão estava terminado.

Com isso, a procuradoria da Casa deu parecer favorável à expulsão do vereador. A vaga deverá ser ocupada pelo vereador Thammy Miranda, que se candidatou pelo PP e é filho da cantora Gretchen.

“Em um governo tão conservador venho eu assumir como vereador. Acho que Deus quer dizer algo com isso”, disse Thammy à Folha em janeiro, quando a cassação de Camilo já se desenhava.

À época de sua filiação ao PP, em 2015, Thammy, que é transexual, recebeu críticas de representantes de diferentes grupos que defendem causas LGBT por ter escolhido participar das eleições pelo partido que à época abrigava Jair Bolsonaro, que acabou lançando-se à presidência pelo PSL.

Bahia.ba

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar