Esportes

Vasco entra com recurso após Justiça ordenar execução de quase R$ 100 milhões em dívidas

Após a Justiça determinar a execução de R$ 93,5 milhões em dívidas trabalhistas, através de decisão do juiz Fernando Reis de Abreu, gestor de centralização do Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região (TRT-1), o Vasco entrou com recurso na noite desta terça-feira (17). A informação é do site Esporte News Mundo. O clube carioca pede efeito suspensivo em liminar.

A decisão da Justiça é em decorrência a um processo, iniciado em 2014, de um ex-funcionário que cobrava R$ 60 mil. A execução incidirá sobre as receitas de direitos de transmissão e patrocínios e na penhora de bens imóveis. O valor a ser cobrado de uma única vez é referente ao Ato Trabalhista, que foi cancelado em maio deste ano, após o clube carioca descumprir as obrigações, como pagamento de salário em dia, verbas rescisórias dentro do prazo e recolhimento do FGTS.

Rebaixado em 2020, o Vasco disputa a Série B do Campeonato Brasileiro e ocupa a nona colocação com 28 pontos, três a menos do G-4 de acessoa à Série A. O Gigante da Colina entra em campo nesta quarta (18), às 21h30, para enfrentar o Londrina, em São Januário, pela 19ª rodada.

Confira as fontes de receitas do Vasco que serão usados para executar a dívida:

– R$ 24 milhões do Grupo Globo por direitos de transmissão imediatamente. Após, 30% do que o clube ainda for receber

– Bloqueio das contas do Vasco limitado a R$ 900 mil por mês

– 30% dos créditos do Vasco junto à CBF por premiações e classificações em torneios

– 30% dos créditos do Vasco relacionados ao programa de sócio-torcedor

– 30% dos créditos da VascoTV

– 30% do valor que o Vasco tem a receber junto à Record TV por direitos de transmissão

– 30% do patrocínio do Vasco junto ao Banco BMG, TIM, Havan e Ambev

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo