Sem categoria

Valério pediu proteção em troca de delação premiada, diz Estadão

O empresário Marcos Valério enviou em setembro para o Supremo Tribunal Federal (STF) um pedido de proteção, porque teria sofrido ameaças, segundo o Estadão. Em troca, o operador do mensalão, já condenado pelos crimes de corrupção ativa, lavagem de dinheiro, peculato, formação de quadrilha e evasão de divisas, ofereceu a delação premiada. De acordo com a publicação, o documento é mantido em sigilo e não foi anexado ao processo do mensalão. Foi aberto um processo em separado, que será relatado pelo ministro Joaquim Barbosa, que desempenhou a mesma função no julgamento principal. No entanto, outro membro da Corte terá que cumprir a tarefa assim que Barbosa assumir a presidência do STF. O risco argumentado por Valério seria o motivo de manter o documento em caráter sigiloso, de acordo com integrantes do tribunal. Segundo o Estadão, eles ainda relataram que a petição não interfere no julgamento do mensalão, que se encontra na fase final. O advogado do empresário, Marcelo Leonardo, não quis comentar o assunto. “Sobre isso assumi o compromisso com diversas pessoas de não declarar nada, não falar nada”, resumiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo