Cotidiano

Vai curtir o Carnaval? Veja como se alimentar e se hidratar na festa

SUCOS - VERAOO gaúcho Ricardo dos Santos, 32 anos, não perde o Carnaval de Salvador desde 2012. E a preparação para curtir as festas com saúde começa com antecedência. “Antes de chegar à avenida eu já começo a tomar mais água do que o habitual, para evitar uma desidratação por causa do calor. Também separo a garrafinha que vai me acompanhar durante toda a festa. Mesmo tomando cerveja, não deixo de ingerir água pensando na saúde”, diz. A prática de intercalar um suco ou uma garrafinha de água entre uma latinha e outra foi aprovada pela nutricionista do Hapvida de Salvador Gabriela Dotto Lara. É uma estratégia que deve ser realizada por todos os foliões, com alguns cuidados a mais. “A alta temperatura e a movimentação nos fazem perder muito líquido. Por conta disso, a regra básica é manter o corpo hidratado. A quantidade deve ser de no mínimo 2 litros para adultos, incluindo muita água, água de coco, sucos e isotônicos, antes, durante e depois da festa”, explica. Tão ou mais importante quanto a hidratação é chegar bem alimentado nas festas para evitar a indisposição e o cansaço. “Fazer refeições leves é essencial para manter a energia do corpo. Por isso, deixe de lado alimentos gordurosos como carnes gordas, frituras, salgadinhos e doces, que além de calóricos, têm uma digestão difícil e lenta”, afirma a nutricionista.

O recomendado para manter a forma atrás do trio elétrico é realizar uma alimentação completa, com lanches ricos em frutas e cereais integrais, e refeições maiores com alimentos fonte de carboidratos – preferencialmente integrais, como pães, massas com molho leve, batata, arroz e cereais. Eles são os responsáveis pela energia que será gasta durante as festas (veja abaixo exemplos de cardápios).

Além de manter a energia e a disposição, a alimentação saudável também ajuda no fortalecimento do sistema imunológico, evitando as famosas viroses de verão. Para reforçar a sua imunidade, prefira alimentos fontes de vitamina C (laranja, acerola, limão, goiaba, mamão, melão e morango). Eles evitam a oxidação das células e permitem que o seu organismo esteja mais preparado quando for exposto a viroses.

Alimentos fontes de zinco (ostra, castanhas, nozes, amêndoas, carne bovina), também são uma boa opção para aumentar a imunidade e a defesa do corpo no combate vírus e bactérias.

Xô ressaca!
O álcool, segundo a nutricionista, tem efeito diurético que pode ser agravado com o aumento do suor do corpo, além do alto teor calórico. Para quem quer curtir o Carnaval corretamente sob o ponto de vista médico, recomenda-se até duas doses de bebida alcoólica para homens e uma dose para mulheres ao dia. Isso representa, em média, duas latas de cerveja para homens e uma para as mulheres.

Com o corpo hidratado, dificilmente a ressaca aparece no dia seguinte. Mas, para quem passou dos limites, alguns cuidados podem diminuir os efeitos negativos do álcool no corpo.

“Se você acordar de ressaca, alimente-se com sucos, frutas e sopas leves e beba bastante líquido. Evite o consumo de cafeína, presente no café e nos refrigerantes a base de cola. Essas bebidas podem piorar a dor de cabeça típica da ressaca”, explica Gabriela.
O suco de laranja ou outros alimentos fonte de vitamina C e frutose (açúcar natural das frutas) são boa opção para curar a ressaca, pois auxiliam o fígado na quebra do álcool.

Outros alimentos eficazes no combate a ressaca são: alho, que contém substâncias que regularizam a digestão;  gengibre, para combater a lentidão típica da ressaca; hortelã, conhecida por tratar enjoos e náuseas; e a canela, que ajuda a regular os picos de glicose associados ao consumo de álcool. (G1)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo