Cotidiano

Vacina da Universidade de Oxford deve começar a ser produzida pela Fiocruz no dia 20

A vacina desenvolvida pela AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford deve começar a ser produzida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) no dia 20 deste mês. Os ingredientes farmacêuticos ativos (IFAs) foram importados em meados do início de janeiro.

A previsão, conforme a Agência Brasil, é que o primeiro milhão de doses seja entregue ao Ministério da Saúde entre 8 e 12 de fevereiro. O IFA será processado no Complexo Industrial de Bio-Manguinhos, da Fiocruz. A entidade acredita que a partir de 22 de fevereiro comecem a ser entregues 700 mil doses por dia ao Programa Nacional de Imunizações (PNI).

O acordo assinado pelo governo federal com a farmacêutica e a universidade define uma produção de 100,4 milhões de doses ainda no primeiro semestre deste ano. No segundo semestre, a Fiocruz pretende nacionalizar a produção e espera entregar mais 110 milhões de doses.

Na sexta-feira (08), a Fundação deve apresentar o pedido de uso emergencial de 2 milhões de doses do imunizante à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que o Ministério da Saúde negocia para importar da Índia.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo