Cidades

Uefs terá cotas para trans, travestis, ciganos e portadores de deficiência em 2020

SONY DSC

A Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), no centro-norte baiano, vai ter sistema de cotas para transexuais, travestis, transgêneros, quilombolas, ciganos e portadores de deficiência.

Segundo informações divulgadas ontem (16) pela instituição, a decisão foi tomada pelo Conselho Universitário e começa a valer a partir do segundo semestre de 2020, nos processos de graduação da universidade.

De acordo com o reitor da Uefs, Evandro Nascimento, será instituída a reserva de três “sobrevagas” (vagas extras) por curso, além das duas vagas já previstas para indígenas e quilombolas.

A universidade informou que a nova resolução “é uma demonstração de compromisso com as transformações sociais e uma tentativa de igualdade de oportunidades”.

Metro1

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar